Por barulho, Cauã Reymond chama polícia para encerrar festa da ex-BBB Bárbara Heck no Rio

Por barulho, Cauã Reymond chama polícia para encerrar festa da ex-BBB Bárbara Heck no Rio
Cauã Reymond em foto publicada no Instagram — Foto: Reprodução/Instagram/Cauã Reymond

O ator Cauã Reymond recorreu à Polícia Militar para encerrar um festa que ocorria na vizinhança, em um condomínio no Joá, Zona Oeste do Rio, na noite do último sábado (7). O evento estava sendo promovido pela ex-BBB Bárbara Heck.

De acordo com a assessoria do ator, Cauã foi até o local e pediu gentilmente para que diminuíssem ou terminassem a festa em função do horário. Uma mulher que disse ser advogada e, assim como ele, ter filho pequeno o recebeu. Entretanto, o pedido não foi atendido.

Sendo assim, o ator recorreu à Polícia Militar e retornou ao local acompanhado de duas viaturas. Dessa vez, a anfitriã do evento, a ex-BBB Bárbara Heck, foi até a porta atender os policiais. Ela fazia uma comemoração com música ao vivo.

Ainda de acordo com a assessoria de Cauã, não foi a primeira vez que a casa em questão promoveu festas barulhentas na vizinhança.

Ex-BBB diz que 'ninguém acabou com a festa'

Na manhã desta segunda-feira (9), Bárbara Heck fez uma sequência de publicações em uma de suas redes sociais e comentou sobre a festa de sábado. Segundo a ex-BBB, não houve confusão e 'ninguém acabou com a festa de ninguém'.

"O povo ficou louco. Inventam umas histórias que não aconteceram. Eles querem ver barraco, querem ver briga entre as pessoas. Uma coisa que foi resolvida em um minuto. Era 22h08 da noite, tudo foi conversado numa boa. Juro, deu assim um minuto de resolução, cinco minutos, no máximo", relatou Bárbara.

"Ninguém acabou com festa de ninguém, ninguém acabou com a paz de ninguém. Tudo lindo e maravilhoso. Se a vida de vocês está chata, não queiram colocar emoção na vida dos outros. Vão colocar emoção na nossa própria vida", completou.

Um pouco antes, na mesma sequência de postagens, Bárbara contou que não quer dar detalhes do ocorrido e prefere ficar em silêncio.

"Eu tenho percebido que não adianta a gente falar, porque as pessoas querem entender e ver o que elas querem e acabou. Então eu estou exercitando o silêncio, a sabedoria e a plenitude. Estamos evoluindo. Bom dia", disse a ex-BBB.

Até a última atualização desta reportagem, a Polícia Militar não se manifestou sobre o caso.

Fonte:Zeca Guimarães*, G1 Rio