Manifestantes interditam BR-101 com queima de pneus em Laranjeiras

Manifestantes interditam BR-101 com queima de pneus em Laranjeiras
Manifestantes interditam BR-101 com pneus queimados em Laranjeiras (Foto: PRF)

Manifestantes interditam BR-101 com pneus queimados em Laranjeiras (Foto: PRF)
Um grupo de moradores do povoado Mussuca, em Laranjeiras, interditou com pneus queimados o km 81 da BR-101 nas primeiras horas da manhã desta terça-feira, 3. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o trânsito segue com muita lentidão no sentido Aracaju-Maceió.

Ainda segundo a PRF, a motivação para o protesto foi os problemas enfrentados pelos moradores durante a eleição para os conselheiros tutelares, realizadas neste domingo, 1º. Os populares alegam que foram disponibilizadas poucas urnas e muita gente não conseguiu votar, em razão da demora e das longas filas.

Em comunicado, a Assessoria de Comunicação do município de Laranjeiras reconheceu os problemas apontados, mas ressaltou que não teve gerência quanto à organização da logística de votação. “O município participou oferecendo apoio operacional, cedendo servidores e o aparto da Guarda Municipal. Mas a competência para organizar e fiscalizar as eleições fica a cargo do Ministério Público e do Conselho Municipal”, destacou a Comunicação de Laranjeiras.

O Portal Infonet entrou em contato com o MP-SE. O órgão informou que soube da manifestação através da imprensa e que está entrando em contato com o promotor do município.

TRE

Em nota divulgada nesta segunda-feira, 3,  o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) informou que a Justiça Eleitoral participou das aludidas eleições apenas a nível de apoio ao disponibilizar as urnas eletrônicas, cabendo ao Ministério Público de Sergipe atuar como órgão fiscalizador.

“A organização e a logística do pleito são de inteira responsabilidade do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente (CMDCA) de cada município, que possui a competência de acompanhar diretamente todas as fases do processo, fato que deveria ser de conhecimento público, vez que divulgado anteriormente por este TRE. Possíveis formações de filas, trocas de números de candidatos e/ou cadernos de votação e equívocos quanto à quantidade dos concorrentes dizem respeito a cada correspondente Conselho Municipal”, destacou o órgão.


Fonte: João Paulo Schneider/Infonet