Investigada é presa por prejuízo de R$ 261 mil no Golpe do Boleto

Investigada é presa por prejuízo de R$ 261 mil no Golpe do Boleto
Os golpes ocorreram nos anos de 2020 e 2021. (Foto: SSP/SE)

Equipes da 1ª Delegacia Metropolitana (1ª DM) deram cumprimento ao mandado de prisão de uma mulher. As investigações a apontaram como autora de diversos golpes que juntos totalizaram mais de R$ 261 mil às vítimas. Os golpes ocorreram nos anos de 2020 e 2021.

De acordo com o delegado Augusto César, a investigada trabalhava como assistente administrativo em uma loja de materiais elétricos sediada em Aracaju. “Ela trabalhava na loja desde 2015 e, com o tempo, ganhou confiança dos donos da empresa, tendo acesso a informações financeiras da loja”, detalhou.

Conforme o delegado, inicialmente as investigações foram iniciadas com denúncia de boletos falsos que eram debitados nas contas de diversas vítimas. “Identificamos inicialmente um prejuízo de cerca de R$ 3 mil. Mas com o apurar dos fatos, chegamos a quantidade de 91 boletos fraudulentos”, relatou.

Os boletos fraudulentos tinham como destinatário contas digitais da investigada. “Então, descobrimos que o prejuízo era de mais de R$ 261 mil em virtude de 91 boletos fraudados. Na hora do pagamento, o dinheiro vai para outra pessoa, caindo na conta do golpista. A prática do crime foi idealizada pela própria investigada”, acrescentou.

Ainda segundo Augusto César, a investigada utilizava da empresa para emissão desses boletos e se apropriou dos valores. “Depois da investigação, descobrimos que ela lesou a empresa para qual trabalhava. Ela está presa em cumprimento a mandado de prisão preventiva por furto mediante fraude eletrônica”, pontuou.

Fonte: SSP/SE