Fora de viagem por opção de Mancini, Boselli fica mais próximo de adeus ao Corinthians

Fora de viagem por opção de Mancini, Boselli fica mais próximo de adeus ao Corinthians
Boselli e Bruno Méndez em treino do Corinthians — Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Vagner Mancini não levou Mauro Boselli para o Ceará, onde o Corinthians enfrenta o Fortaleza nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Embora o atacante já esteja 100% recuperado das dores na região lombar que o fizeram ser desfalque nos últimos seis jogos e tenha usado as redes sociais na última sexta-feira para projetar um retorno neste jogo, a comissão técnica optou por não levar o jogador de 35 anos nem para o banco.

Com contrato até 31 de dezembro, o argentino não terá vínculo renovado pela nova diretoria de futebol.

Ex-diretor de futebol e futuro presidente a partir de janeiro, Duilio Monteiro Alves acredita que a saída do jogador fará com que o clube economize um bom valor em salários, abrindo espaço para reforços.

Boselli, até o momento, não foi informado sobre a decisão. Com anos de experiência, porém, ele sabe que a comissão técnica pode evitar colocá-lo em campo nesta reta final para preservá-lo de algum tipo de lesão, o que obrigaria que o clube estendesse o seu vínculo durante o período de tratamento.

Além disso, um bom rendimento de Boselli nos jogos contra Fortaleza, São Paulo, Goiás e Botafogo poderia gerar uma pressão externa de torcida a favor da permanência do jogador, o que já não é cogitado há algumas semanas.

Com Jô como titular e Matheus Davó como opção, Boselli pode não receber mais oportunidades em 2020. Até aqui, em dois anos, foram 72 partidas pelo Corinthians, com 17 gols marcados.

Fonte: Marcelo Braga/Globoesporte.com