Dupla infecção: Secretaria de Saúde monitora paciente de Aracaju

Dupla infecção: Secretaria de Saúde monitora paciente de Aracaju
(Foto: SMS)

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) confirmou na noite desta quarta-feira, 5, o primeiro caso de contágio simultâneo de coronavírus e influenza, conhecido como flurona, em Aracaju. Trata-se de uma mulher, profissional de saúde, que começou a apresentar sintomas no dia 27 de dezembro, e no dia seguinte deu entrada em hospital particular. O caso havia sido divulgado pela Força-Tarefa Covid-19 da Universidade Federal de Sergipe (UFS), mas a pasta municipal ainda não havia confirmado o registro.

Segundo a SMS,  a equipe epidemiológica do Município está realizando o monitoramento da paciente, que está cumprindo isolamento.  A Secretaria reforçou a necessidade de uso de máscara, higienização das mãos e distanciamento social, neste momento de crescimento de casos de Influenza na capital.

Para dar fluidez ao atendimento de síndrome gripal, a gestão municipal implantou um contêiner no Hospital Municipal Fernando Franco (Zona Sul), aumentou equipe médica na UPA Nestor Piva (Zona Norte) e está preparando um espaço para funcionar exclusivamente como Centro de Síndrome Gripal. Esse novo espaço, localizado no bairro Atalaia, funcionará diariamente, incluindo finais de semana, das 7h às 19h.

A Secretária da Saúde de Aracaju, Waneska Barboza destaca a importância da vacinação contra covid-19 e orienta que o usuário com sintomas leves procure uma das 45 Unidades Básicas de Saúde da capital, evitando sobrecarga na rede de urgência.

“Todas as nossas Unidades de Saúde estão aptas para atender usuários com síndrome gripal. Nossa orientação é que os atendimentos eletivos sejam remarcados para que o paciente de síndrome gripal tenha prioridade. Temos quatro Unidades Básicas realizando testes [Augusto Franco, Cândida Alves, Onésimo Pinto e Ministro Costa], além dos hospitais Nestor Piva e Fernando Franco e da testagem em espaços públicos três vezes na semana para assintomático”, detalhou a secretária.

H3N2

Até o momento, Aracaju registrou 292 casos de H3N2 e seis óbitos, sendo quatro homens e duas mulheres, com idades entre 36 e 88 anos. De acordo com o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde, foi confirmada a circulação de Influenza A em 49 municípios sergipanos com 691 amostras positivas, sendo 655 Influenza A H3N2 e 36 Influenza A não subtipado.

Embora o vírus influenza seja de alta transmissibilidade, a maior parte dos casos apresenta evolução benigna com a utilização de medicamentos sintomáticos. Dessa forma, a Prefeitura orienta a população que apresenta a síndrome gripal leve, a procurar atendimento nas Unidades Básicas de Saúde, permitindo que os casos de síndrome respiratória aguda grave sejam tratados nas unidades hospitalares.

Fonte: Com informações da SMS