Cuidados ao carregar aparelhos eletrônicos previnem choques elétricos

Cuidados ao carregar aparelhos eletrônicos previnem choques elétricos
(Foto: Energisa)

Você costuma manusear algum aparelho eletrônico enquanto ele carrega? Um hábito, que por muitas vezes é tentador, pode ser bastante arriscado. Isso porque, ao conectar o equipamento à tomada, é criado mais um ponto de possibilidade de choque elétrico. Algumas dicas são importantes para prevenir acidentes.

“Precisamos estar sempre cautelosos aos riscos que podem acontecer com algumas ações diárias. Uma delas é procurar não mexer no aparelho eletrônico enquanto estiver na tomada. Além dos cuidados, como não pegar o equipamento com as mãos molhadas, é necessário estar atento ao local e ao tipo de carregador utilizado, verificando a procedência do material”, explica o coordenador de Saúde e Segurança da Energisa, Robson Jezler.

O coordenador também orienta que é preciso verificar a voltagem correta do aparelho antes de conectá-lo à rede elétrica. “É importante observar o diâmetro dos pinos e jamais forçar a conexão deles em uma tomada. Nunca retire qualquer pino dos plugues porque isso pode causar sobrecarga e graves acidentes”, enfatiza Robson.

Outro ponto relevante é nunca pegar os equipamentos eletroeletrônicos ligados à energia elétrica com o corpo molhado ou carregá-los próximos a locais com água. “Por ser um condutor de eletricidade, a água pode provocar o choque elétrico”, salienta o coordenador de Saúde e Segurança da Energisa.

Robson Jezler reforça ainda a atenção quanto à utilização do “T” (benjamim) para ligar aparelhos eletrônicos. “A utilização do objeto pode dar origem a um curto-circuito ou princípio de incêndio, se houver sobrecarga na instalação elétrica. O correto é usar filtro de linha como opção para ligar vários equipamentos ao mesmo tempo”, informa.

O coordenador de Saúde e Segurança da Energisa também frisa que, se alguém for vítima de choque elétrico dentro da unidade consumidora, não se deve tentar tocar na pessoa que está recebendo a descarga.

“A orientação é que vá até o disjuntor do quadro geral e desligue a energia. Não se deve tocar na pessoa diretamente que recebeu a descarga elétrica para não correr o risco de levar um choque. Em seguida, recorra a um socorro médico para que a pessoa acidentada possa ser avaliada”, reforça.

Em caso de urgências envolvendo a rede elétrica, a Energisa deve ser avisada imediatamente para que os reparos sejam feitos de forma segura, por meio do 0800 079 0196.

Fonte: Energisa